Publicações > Relatório

Compartilhe

Plano de Adaptação Climática do Estado do Rio de Janeiro

O Estado do Rio de Janeiro é particularmente vulnerável a desastres naturais associados a eventos extremos, em decorrência de históricas e constantes alterações no espaço físico e de questões biofísicas, como o relevo montanhoso, a descaracterização de rios e córregos, o desmatamento da cobertura original de Mata Atlântica e a ocupação desordenada de sua zona costeira. Em fins de 2017, a Secretaria do Ambiente do Estado do Rio de Janeiro (SEA) decidiu elaborar um Plano Estadual de Adaptação às Mudanças Climáticas – uma iniciativa pioneira no país, já que poucos estados tinham semelhante plano.

No final de 2018 foi divulgada a base técnica do Plano Estadual de Adaptação às Mudanças Climáticas do Estado do Rio de Janeiro. O trabalho foi desenvolvido por técnicos do Instituto Internacional para a Sustentabilidade (IIS), do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (COPPE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Universidade Federal do Ceará, sendo acompanhado pela Superintendência de Mudanças do Clima da SEA e por técnicos do Instituto Estadual do Ambiente (INEA). Sergio Margulis, do IIS, foi o coordenador geral do relatório, que contou com a contribuição de diversos profissionais do Instituto.

No plano são analisadas as projeções climáticas para o Rio de Janeiro e seus impactos sobre os recursos hídricos, a saúde humana, deslizamentos e na Agenda Verde, entre outos tópicos, e são sugeridas medidas de adaptação para cada uma dessas ameaças.

Colaboradores Relacionados (14)