Publicações > Artigo

Compartilhe

Perspectives in Ecology and Conservation: Ameaças que ligam o desmatamento tropical e a pandemia de COVID-19

As causas do desmatamento tropical são complexas e podem mudar rapidamente em períodos de profunda transformação social, como durante uma pandemia. As evidências sugerem que a pandemia da COVID-19 estimulou o desmatamento ilegal e oportunista de florestas em países tropicais, ameaçando os ecossistemas florestais e suas comunidades. Um total de 9583 km2 de alertas de desmatamento do Global Land Analysis & Discovery (GLAD) foram detectados nos trópicos globais durante o primeiro mês após a implementação de medidas de confinamento de governos locais para reduzir a propagação de COVID-19, que é quase o dobro de 2019 (4732 km2).

O estudo apresenta uma estrutura conceitual que liga o desmatamento tropical à pandemia atual. Doenças zoonóticas, saúde pública, economia, agricultura e florestas podem estar reciprocamente ligados em ciclos complexos de retorno positivo e negativo, com consequências abrangentes. Destaca-se as ameaças emergentes à natureza e à sociedade, resultantes dessa interação complexa, além das possíveis intervenções políticas que poderiam minimizar essas ameaças.

Loops de feedback entre o desmatamento tropical e a pandemia COVID-19. Doenças zoonóticas, saúde pública, economia, agricultura e florestas podem ser reciprocamente ligados em complexos ciclos de feedback positivo e negativo com consequências abrangentes para a natureza e a sociedade. Brancalion et al (2020).

Colaboradores Relacionados (1)