Publicações > Artigo

Compartilhe

Nature: Áreas prioritárias globais para a restauração de ecossistemas

A restauração de ecossistemas é fundamental para a conservação da biodiversidade e a estabilização do clima da Terra. Embora ambiciosas metas nacionais e globais  tenham sido definidas, as áreas prioritárias globais responsáveis ​​pelo alcance dos objetivos de conversação da biodiversidade, mitigação das mudanças climáticas e custos ainda precisam ser identificadas. Este estudo apresenta pela primeira vez uma abordagem de otimização multicritério que identifica áreas prioritárias para restauração em todos os biomas e estima seus benefícios e custos. Ele mostra que restaurar 30% das terras convertidas em áreas prioritárias poderia evitar 71% das espécies ameaçadas de extinções, enquanto sequestra 49% do aumento total de carbono na atmosfera desde a revolução industrial. Incluir vários biomas é a chave para alcançar vários benefícios, e a relação custo-benefício pode aumentar até treze vezes com alocações espaciais multicritério otimizadas. Os resultados confirmam as vastas contribuições potenciais da restauração para os desafios globais, ao mesmo tempo em que enfatizam a necessidade de buscar esses objetivos de forma sinérgica.

Priority areas for restoration focused on biodiversity (a), climate change mitigation (b), minimizing costs (c), biodiversity and climate change mitigation (d) and all three criteria (e). All converted lands are ranked from highest priority (top 5%, dark red) to lowest ( 85-100%, blue). Spatial patterns for individual criteria (a-c) vary considerably, highlighting the role of joint optimisations (d,e) to capture synergies.

Colaboradores Relacionados (9)

Parceiros Relacionados (9)

Centro de Ciências da Conservação e Sustentabilidade do Rio (CSRio) Convenção da Diversidade Biológica IIASA International Union for Conservation of Nature Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ) Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) University of Cambridge University of East Anglia