Publicações > Artigo

Compartilhe

A erosão do solo como um dreno de resiliência em florestas tropicais perturbadas

Nos trópicos, a variação na erosividade da chuva – uma medida da exposição potencial do solo à erosão hídrica – indica que os solos nas regiões mais úmidas sofrerão altas taxas de erosão se não estiverem protegidos pela cobertura de árvores. Este artigo aborda o papel da erosão do solo como um mecanismo de feedback positivo que pode persistentemente alterar o funcionamento de florestas tropicais que sofrerão perturbações. No geral, a força do feedback da erosão depende dos tipos e regimes de perturbação, bem como as condições ambientais locais, como topografia, inundação e fertilidade do solo. À medida que as perturbações se intensificam nas paisagens tropicais, nós argumentamos que o feedback de erosão pode ajudar a explicar por que certas florestas persistem em um estado degradado e muitas vezes passam por mudanças funcionais críticas.

Colaboradores Relacionados (1)