Compartilhe

IIS e parceiros publicam o artigo “Ecological restoration success is higher for natural regeneration than for active restoration in tropical forests” (O sucesso da restauração ecológica é maior para a regeneração natural do que para a restauração ativa nas florestas tropicais) na revista Science Advances de novembro de 2017

O artigo mostra que a restauração pode não atingir os mesmos valores de biodiversidade e estrutura da vegetação encontrados em florestas maduras, mas a biodiversidade e a estrutura da vegetação são entre 34-56% e 19-56% maiores em áreas de regeneração natural do que em áreas de restauração ativa, respectivamente. No entanto, isso só é claro quando fatores bióticos e abióticos chave são controlados. Esses resultados sugerem que abordagens de menor custo podem ser mais eficazes do que a restauração ativa para restaurar a biodiversidade e a estrutura da vegetação em florestas tropicais. O estudo não afirma que a regeneração natural é sempre a abordagem mais custo-efetiva para restauração de paisagens florestais. Quando as condições não são adequadas para a regeneração natural ou quando são necessárias espécies arbóreas específicas, recomenda-se o plantio de árvores.