Publicações > Artigo

Compartilhe

Biological Conservation: Como 30 anos de mudanças no uso da terra afetaram a adequação do habitat e a conectividade das espécies da Mata Atlântica

As mudanças no uso da terra degradaram gravemente as paisagens naturais em todo o mundo, constituindo o principal fator de perda de biodiversidade.

No artigo, os autores, incluindo Rafael Loyola, diretor executivo do Instituto Internacional para Sustentabilidade (IIS), desenvolvem modelos multiescala de adequação do habitat para investigar como as mudanças no uso da terra na Mata Atlântica brasileira nos últimos 30 anos (1989–2019) impactaram a adequação do habitat e a conectividade de seis espécies globalmente ameaçadas ou quase ameaçadas.

O estudo demonstra como mudanças não planejadas no uso da terra podem corroer a quantidade, qualidade e conectividade da floresta para espécies ameaçadas, desafiando sua persistência a longo prazo.

Mudanças na área florestal entre 1989 e 2019 de acordo com diferentes limites de probabilidade. Foram considerados apenas fragmentos florestais com área igual ou maior que o tamanho da área de vida da espécie. A adequação do habitat foi mapeada em resolução espacial de 90m.

Temas Relacionados

Colaboradores Relacionados (1)