Publicações > Sumário

Compartilhe

Sumário para Políticas Públicas: Avançando para uma cadeia de soja sustentável – uma caixa de ferramentas de políticas sustentáveis para stakeholders brasileiros e outros atores globais

Apesar do aumento de políticas e medidas de sustentabilidade na cadeia da soja visto nos últimos anos, a crescente expansão do setor manteve o cultivo associado a impactos socioambientais negativos. Nenhuma das intervenções conseguiu provar ser inteiramente bem-sucedida, mantendo em aberto a questão sobre como desenvolver políticas sustentáveis e efetivas para o segmento. Buscando contribuir com esse debate, contribuímos com o “Sumário para Políticas Públicas: Avançando para uma cadeia de soja sustentável – uma caixa de ferramentas de políticas sustentáveis para stakeholders brasileiros e outros atores globais.”

Na publicação, descrevemos as principais características da cadeia de soja brasileira e seus impactos. Em seguida, reunimos diferentes intervenções institucionais, como acordos internacionais, regulamentações nacionais e iniciativas voluntárias, e analisamos seus pontos fortes e fracos. Como resultado, desenvolvemos um quadro de visualização original para posicionar as várias propostas dentro de um cenário institucional mais amplo, considerando seus limites jurisdicionais e destacando os atores com o poder de influenciá-las. Em suma, chegamos a três conclusões principais:

  1. O mesmo instrumento de política pode ter impactos heterogêneos em diferentes comunidades e territórios – tanto dentro quanto além das fronteiras nacionais;
  2. Embora as medidas de sustentabilidade na cadeia produtiva da soja tenham aumentado em número e diversificado em seu escopo, nenhuma provou ser totalmente bem-sucedida, e seu nível de harmonização ainda é limitado, exigindo mais esforços para a identificação da combinação ideal de políticas;
  3. Além disso, diferentes medidas normalmente abordam apenas um conjunto restrito de dimensões do espectro mais amplo de sustentabilidade social e ambiental, e o nível de integração de diferentes instrumentos entre regiões e partes interessadas parece ainda ser limitado para atender às preocupações globais de sustentabilidade.

 

Este material foi financiado pelo Global Challenges Research Fund do UK Research and Innovation (UKRI GCRF) no âmbito do projeto Trade, Development and the Environment Hub (projeto número ES/S008160/1).

 

Colaboradores Relacionados (3)

Parceiros Relacionados (3)

Fundo de Pesquisa de Desafios Globais Órgão de Pesquisa e Inovação Britânico UNEP/WCMC